1º EBA

07/07/2008
Centro Galático
06/07/2008
Cruzeiro do Sul
06/07/2008 <p>Nessa regi&atilde;o h&aacute; diversos objetos interessantes como a Nebula escura Saco de Carv&atilde;o e o famoso aglomerado aberto &quot;Caixinha de J&oacute;ias&quot; ou NGC 4755</p>
Cruzeiro do Sul
06/07/2008

06/07/2008

05/07/2008
C/2007 W1 Boattini
05/07/2008
Via Láctea
05/07/2008
Via Lactea
05/07/2008
Centro Galático
04/07/2008
Rho Ophiuchus
04/07/2008
Centro Galático
04/07/2008 <p>Oculta&ccedil;&atilde;o do Aglomerado aberto M44 pela lua.</p>
Lua
04/07/2008

05/07/2008 <p>A Nebulosa da &Aacute;guia (M16, NGC 6611, IC 4703) &eacute; Extensa regi&atilde;o rica em g&aacute;s e poeira com intensa forma&ccedil;&atilde;o estelar. Apresenta interessantes estruturas escuras no formato de pilares na regi&atilde;o central. Uma das fotos mais famosa do HST (Hubble) retrata esse objeto na imagem que ficou conhecida como &ldquo;Os Pilares da Cria&ccedil;&atilde;o&rdquo;. Est&aacute; localizada na constela&ccedil;&atilde;o da Serpente pr&oacute;xima a constela&ccedil;&atilde;o de Sagit&aacute;rio. Sua dist&acirc;ncia &eacute; de 7000 anos-luz e brilha com magnitude aparente de 6.4.</p>
Messier 16
Nebulosa da Águia
06/07/2008 <p>Corresponde a combina&ccedil;&atilde;o formada por uma interessante nebulosa de emiss&atilde;o junto a uma not&aacute;vel nebulosa de reflex&atilde;o. A nebulosa Tr&iacute;fida &eacute; famosa e leva esse nome a sua apar&ecirc;ncia composta por tr&ecirc;s manchas escurecidas que partem de um centro comum. Uma nebulosa escura &eacute; respons&aacute;vel por essa apar&ecirc;ncia. Situada a 2 graus de M8, na constela&ccedil;&atilde;o de Sagit&aacute;rio pr&oacute;ximo ao n&uacute;cleo gal&aacute;ctico. Brilha com uma magnitude aparente de 9.0. Tamanho aparente de 28 arcos de minuto</p>
Messier 20
Nebulosa Trífida
06/07/2008
Messier 33
M33
07/07/2008 <p>Aglomerado aberto mais famoso e conhecido desde &eacute;pocas antigas. Ao menos seis estrelas s&atilde;o vis&iacute;veis a vista desarmada. Seus nomes s&atilde;o: Merope, Alcyone, Atlas, Pleione, Maia e Electra. Em lugares de polui&ccedil;&atilde;o luminosa moderada esse n&uacute;mero pode chegar a nove. Em lugares de baixa polui&ccedil;&atilde;o chega-se facilmente a doze estrelas. Em fotografias de longa exposi&ccedil;&atilde;o esse aglomerado aparece envolto a uma regi&atilde;o de nebulosidade azulada. Essa nebulosa de reflex&atilde;o, denominada de Nebulosa &ldquo;Merope&rdquo; (IC 349), circunda a estrela Merope e n&atilde;o constitui a nuvem de g&aacute;s que deu origem a esse aglomerado. Devido ao seu grande campo no c&eacute;u (cerca de 2 graus), M45 &eacute; um excelente alvo para instrumentos de grande campo ou bin&oacute;culos.</p>
Messier 45
Pleiades
06/07/2008
Messier 51
M51
03/07/2008
NGC 253
Galáxia do Sculptor
04/07/2008
NGC 292
Pequena Núvem de Magalhães
04/07/2008
NGC 3372
Eta Carena
03/07/2008
NGC 3372
Eta Carena
03/07/2008 <p>Nessa foto &eacute; possivel observar diversos objetos. Como o aglomerado NGC6231 e a nebulosa de emiss&atilde;o IC4628.</p>
IC 4628

04/07/2008
NGC 6888
Nebulosa Crescent
07/07/2008
NGC 6990
Nebulosa do Vel
07/07/2008
NGC 7000
Nebulosa da América do Norte
05/07/2008 <p>Nessa foto tamb&eacute;m &eacute; possivel observar a Nebulosa do Pelicano (IC 5067), a Nebulosa do Vel (NGC6960, NGC 6992), al&eacute;m de muitos outros objetos.</p>
NGC 7000
Nebulosa da América do Norte
04/07/2008
NGC 7000
Nebulosa da América do Norte