Filipinito

Os impactitos australasianos possuem a maior área de espalhamento entre todos os outros tektitos e um grande enigma ainda a ser desvendado é o local do impacto. Tektitos dessa enorme área abrange os Indochinitos, Filipinitos (Rizalitos), Australitos, etc.

Os Filipinitos, também chamados de Rizalitos, são tectitos encontrados nas Filipinas e sua principal característica são as ranhuras em formato de "U" (U-grooving), fazendo com que os rizalitos sejam facilmente distinguíveis de todos os outros tipos de tektitos. O formato mais característico dos Filipinitos são os chamados "breadcrusts", porém longe de ser o formato mais comum.

Podem ser encontrados em formatos variados. Esse formato indica como foi a dinâmica de sua formação após o impacto e a ejeção de material terrestre. Dependendo da distância percorrida o material pode assumir diversos formatos conforme abaixo:

As Filipinas estão em uma posição única em relação ao impacto. A cortina de ejeção pode chegar ao espaço no menor tempo possível. Isso depende de dois fatores - o ângulo de ejeção e a velocidade de ejeção. Acontece que nas Filipinas estes dois concordam em permitir a saída mais rápida possível. Agora, a maioria dos Filipinitos são formados a partir de elipsóides - de modo que estas claramente tinham interação atmosférica durante a ejeção, a fim de achatar o corpo (por meio de vórtices internos). Alguns Filipinitos (de todos os tamanhos) são esferas perfeitas ou quase perfeitas e apresentaram interação atmosférica mínima durante a ejeção. Eles se formaram em altitudes mais elevadas, efetivamente no espaço, e assim a gotícula permanece uma esfera perfeita.

As ranhuras teriam inicialmente espessura de um fino papel há cerca de 786.000 anos atrás. Ao longo do tempo essas rachaduras finas foram aumentadas por ataque químico em águas subterrâneas ácidas. Águas ácidas atacam principalmente os componentes alcalinos do vidro. Se PH se acumular ao redor do corpo devido à lixiviação de componentes alcalinos, a rede de sílica é atacada. É um processo complexo dependente do pH da água, química, química do vidro, fluxo de água, temperatura, etc.

Os maiores Filipinitos são esferas lisas. Isso ocorre porque eles retinham calor suficiente para que, durante a reentrada na atmosfera, ainda estivessem em brasa e ainda plasticos evitando a formação da rede fina de ranhuras. O Filipinito no formato “Breadcrust”, é suficientemente pequeno para esfriar antes da reentrada formando a rede de finas ranhuras. De qualquer maneira, como tem um formato de esfera quase  perfeita na reentrada, não adquire movimento de rotação e estabelecendo uma orientação fixa.

Assim, toda a superfície, não apenas a frontal é aquecida na reentrada. Calor insuficiente para derreter, mas suficiente para aquecê-lo novamente. Ele estava viajando em torno de 4 km / seg. Ao passar pela atmosfera, perde a velocidade cósmica herdada. Na metade para a atmosfera superior, esfria muito rapidamente. Devido a esse resfriamento o vidro se contrai (formando rachaduras poligonais). Em alguns casos, a fragmentação parece ter ocorrido e a orientação tardia estabelecida, mas algumas permanecem como esferas perfeitas.

Os formatos de Filipinitos em gota se formam por movimento centrífugo instável - esferas - barras - halteres - lágrimas. Estes então variam de esferoidal a elipsoidal (aplainado pela interação atmosférica durante a saída). A fragmentação é diferenciada dependendo se o tectito é esferoidal sem orientação ou achatado e com orientação. Os mais comuns são esféricos (também conhecidos como “Biscuits”). O formato 'Hamburgers' são constituidos de grandes nucleos bifurcados.


Biscuit: tamanho menor e formato redondo

Dumbbell: formato alteres

Teardrop: formato de gotas

Irregular: alguns Filipinitos não apresentam formato regular

Breadcrust: formato maior (>200g) mais raro com varias ranhuras características. Por isso mais almejados pelos colecionadores. Espere pagar altos preços por peças de breadcrust

Hamburger: formados por duas semi-esferas. Constituem o formato de maior massa e raridade.
 
Referencia: http://www.tektites.co.uk/philippinites.html